Linux: precisamos de um novo projeto Educacional

Temos defendido com força a ideia do Linux nas escolas, tanto pela sua viabilidade, pelo seu baixo custo (custo zero) e outras tantas coisas que o tornam melhores para as escolas, em especial as Brasileiras que ainda sofrem com pouco incentivo e inclusive pouco recurso financeiro.
Quando falamos em linux e Educação vem logo a mente o Linux Educacional que normalmente vem em algumas maquinas doadas as escolas publicas. Mas esse sistema não é dos mais agradáveis, pois sua interface dificulta o trabalho do professor, completamente acostumado o velho sistema da Microsoft. Aí que lembramos do Endless OS, um sistema maravilhoso, com diversos conteúdos offline, inclusive uma biblioteca possível de se fazer pesquisa inclusive onde não se tem acesso a internet.
Mas, em alguns lugares me deparei com uma situação um pouco difícil, o Endless que roda com o Gnome, não funcionou bem com uma maquina antiga, e o pior é que a maioria das maquinas são bem antigas, e não há interesse do poder publico de renovar essas maquinas. As vezes nem a escola percebe a importância de um laboratório de informática.
Mas então, isso aponta a uma necessidade importante, precisamos de um novo sistema, mais leve, que se adapte a necessidade da escola, e que tenha um ambiente favorável e de fácil adaptação dos usuários. Isso vai Ajudar e muito a inclusão do linux nas escolas.

Mas será que já tivemos iniciativas que desenvolviam distribuições educacionais por aqui ?

SIM, uma dela é o Duzero, hoje o projeto descontinuou sua distro educacional, por falta de apoio, e de desenvolvedores interessados, que queiram colaborar com a ideia. Mas o sistema já catalogava várias aplicações educacionais e tinha uma boa interface, além de ser bem leve. Veja algo mais sobre ela aqui. 
 Sem duvida seria um projeto que valeria o esforço, mas não é só de boa vontade que se desenvolve um projeto como esse. Assim ficamos com o Endless OS, quando é possível.
Mesmo com essa necessidade gostaria de destacar que qualquer linux, seja Ubuntu, Manjaro, Debian, mint ou outro é mais viável em sentido ético que o Windows, pois nem sempre o órgão responsável se dispõe a comprar as licenças e recorrem a falsificação do sistema. Isso é só um dos pontos.

Isso também mostra que vale a pena apoiar iniciativas linux com foco educacional, Mande um E-mail para a equipe do Duzero, pedindo a continuidade do projeto e se possível dê aquela ajudinha financeira que eles precisão para continuar o EDZ.
É isso e até a próxima.

Deixe um comentário